18 de Abril de 2016

TRE/SP: novo concurso em pauta para técnico e analista



 TRE/SP: novo concurso em pauta para técnico e analista

Concurso do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo terá postos para técnico (nível médio) e analista (nível superior). Salários de até R$ 8.803. Orçamento já estabelece previsão de inscrições.

 

TRE

Alertas Concursos TRE

Quem possui ensino médio ou nível superior e pretende ingressar na área judiciária poderá contar com boas oportunidades no concurso público que será realizado pelo  Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE/SP). A seleção já possui uma comissão formada, que ficará responsável pela elaboração do edital de abertura de inscrições, com oportunidades para os cargos de técnico judiciário, com exigência de ensino médio, e analista judiciário, para quem possui nível superior.

As áreas de atuação para cada cargo ainda serão definidas. Desta forma, para algumas também poderá ser cobrada formação específica, além da escolaridade. As remunerações iniciais são de R$ 5.365,92 para técnicos e R$ 8.803,97 para analistas.

 

O concurso já pode ser dado como certo, uma vez que foi contemplado, inclusive, no orçamento federal de 2016. A intenção era iniciar o certame ainda no primeiro semestre. Porém, de acordo com informações obtidas junto ao setor de recursos humanos, os procedimentos para elaboração do documento devem demorar um pouco mais, por decisão administrativa, em virtude da situação econômica pela qual o país tem passado. Porém, ressaltam que o concurso está confirmado e quem pretende ingressar já pode dar início aos estudos.

Por enquanto, o órgão ainda conta com um concurso em validade, até 2 de julho, podendo ainda convocar alguns remanescentes. A expectativa é de que, a partir de então sejam acirrados os procedimentos para a nova seleção, no segundo semestre.

 

Defasagem de pessoal

Correios: aumenta pressão por abertura de concurso.

Trabalhadores de diversas unidades dos Correios estão ou ameaçam entrar em greve. Entre as reivindicações está a contratação de novos profissionais por meio de concurso

 

 

 

Correios

Cresce a expectativa para que o novo concurso dos Correios  (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT) seja lançado ainda este ano. E para isso, sindicatos da categoria reivindicam a contratação de profissionais concursados.

 

Nesta semana, unidades do Rio de Janeiro (São Gonçalo, Niterói, Maricá e Itaboraí) entraram em estado de greve em busca de novas melhorias. Os servidores da zona sul da cidade de São Paulo também querem mudanças e para isso ameaçam começar uma paralisação.

 

Em seu site, o Sintect/SP (Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares de São Paulo, Grande São Paulo e zona postal de Sorocaba) criticou a falta de abertura de concurso mediante à falta de profissionais.

 

O departamento de comunicação dos Correios informou que “a empresa está reavaliando todos os estudos relacionados ao quantitativo de vagas a serem preenchidas, bem como a necessidade de força de trabalho em cada localidade”.

 

Somente após o levantamento do número de vagas disponíveis é que a ECT deve recomeçar os preparativos para a contratação da banca organizadora e, então, lançar o aguardado edital.

--

 

Para todas as unidades

Banco Central do Brasil: novo concurso em pauta

O Bacen conta com grande defasagem de pessoal nos cargos de técnico, analista e procurador. Um pedido para a realização do concurso deve ser encaminhado em breve

 

Banco Central

O Banco Central do Brasil (BC, Bacen ou BCB) deve enviar, em breve, um pedido ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) solicitando a abertura de um novo concurso público.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do Bacen, no momento a instituição não definiu a data para o encaminhamento a solicitação, mas o assunto já está em pauta.

 

Vale ressaltar que o pedido precisa ser entregue ao Ministério do Planejamento até o dia 31 de maio, para que o mesmo seja inserido no Orçamento 2017.

 

Mais detalhes do concurso Banco Central

Apesar de não ter sido informado os cargos que serão requeridos, é bem provável que seja para técnico, analista e procurador. Primeiro devido ao fato de que o concurso para técnico e analista expirou em setembro de 2015 e outra porque o processo seletivo para procurador terminará em junho de 2016.

 

Por enquanto, o cargo de técnico permite a participação de candidatos com ensino médio, mas o projeto de lei 4.254/2015 prevê alteração no requisito - caso o documento seja aprovado, a colocação passará a exigir nível superior completo. Já a função de analista exige formação superior em diversas áreas de atuação. As remunerações iniciais correspondem a R$ 6.150,36 e a R$ 15.461,70, respectivamente, contando com o auxílio-alimentação de R$ 458.

Fique por dentro das novidades!
Assine nossa Newsletter

Fechar